Jesus e meus erros

“Que a Igreja acorde e assuma seu papel de expressar Jesus. Que todo crente tenha condições de dizer: “anda comigo que você vai ver Jesus”. Você abraça o desafio?”

A própria Bíblia que nos convoca para isso: “aquele que diz que está nele [Jesus], também deve andar como ele andou” (I João 2:6). Andar como Jesus é o alvo de quem decide ser cristão, de tal forma que não se deveria nem mesmo conceber a ideia que que alguém seja cristão e ao mesmo tempo se recuse a ser como Jesus. Decidir ser cristão é decidir ser como Jesus, ser modelo de vida.

Contudo, é possível que alguém pense que a frase “anda comigo que você vai ver Jesus” seja uma pretensão absurda, uma expressão da mais doentia soberba, pois em Jesus nunca se encontrou pecado algum (I Pe. 2:22), o que o faz muito diferente de todos nós: tão falhos, tão pecadores.

Além disso, o próprio João que nos diz  que devemos andar como Jesus andou, também nos diz: “Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós” (I Jo. 1:8). Como resolver essa aparente contradição? Como andar nos passos de Jesus, o qual não cometeu pecado, mesmo ainda encontrando o pecado em nós.

Ora, antes de qualquer coisa é preciso entender que o “anda comigo que você vai ver Jesus”, não é uma afirmação de inerrância. Não é se colocar como alguém que não peca. Muito pelo contrário. O “anda comigo que você vai ver Jesus” se refere a nossa firme e resoluta determinação de não pecarmos, mas, se pecarmos, estamos igualmente firmes e determinados a consertar o erro, não importa o quanto tenhamos que nos humilhar para isso, posto que o nosso Senhor se humilhou em tudo, tornando-se exemplo para nós. Para que as pessoas vejam Jesus em nós, precisamos estar prontos a nos humilhar, e aquele que se humilha não vê problema em confessar o seu pecado, em pedir perdão a quem for preciso, a se expor.

Quem dera todo crente prontamente corrigisse seus erros e pedisse perdão pelos seus pecados, seja a Deus e seja aos homens, mesmo que isso seja humilhante, pois na nossa humilhação as pessoas verão Jesus, aquele que mais se humilhou, mesmo sem ter pecado. Quem dera todo crente, antes de querer oferecer algo a Deus, rapidamente se reconciliasse com seu irmão (Mt. 5:23-26), posto que isso é agradável a Deus (Sl. 133:1), é um verdadeiro culto a Deus.

Que todos nós possamos afirmar “anda comigo que você vai ver Jesus, até nos meus erros você vai ver Jesus”. E  como Jesus será visto através de nossos erros? Ele é visto quando nos humilhamos , confessamos nosso pecado, pedimos perdão, e pagamos o preço que for para restaurar relacionamentos.

0 Responses to “Jesus e meus erros”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Folow us!

Arquivos de posts

Calendário

maio 2011
D S T Q Q S S
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Page do SPH


%d blogueiros gostam disto: