A graça de Deus em nossas circunstâncias

Por que você não nasceu como uma criança pobre em uma nação não alcançada

Você já pensou por que nasceu em suas circunstâncias particulares? Se você está lendo esse post, provavelmente você é um cristão cuja vida foi comprada pelo precioso sangue de Jesus Cristo. É provável que você é relativamente próspero, se comparado à maioria das pessoa no mundo. Se você pode comer três vezes por dia e tem um teto sobre sua cabeça, você tem melhores condições que muitas pessoas no planeta. Se você ganha U$ 25.000 por ano, você está entre os 10% mais ricos do mundo. Você é rico. Na verdade, se você ganha U$ 2.200 por ano, está entre os 15% mais ricos do mundo. Se você está lendo isso, então você é alfabetizado e provavelmente teve muitos anos de educação. Então, você recebeu mais educação que centenas de milhões de pessoas no planeta. Talvez você tenha feito faculdade, mesmo pós-graduação.

Então, por quê? Por que você? Por que essas circunstâncias particulares? Existem pessoas ao redor do mundo que talvez façam as mesmas perguntas. Imaginando por que elas não nasceram nos EUA. Por que elas não podem comer três vezes ao dia, por que elas não têm o luxo de jogar comida fora. Imaginando o que seria ir para o colégio ou para a faculdade ou mesmo ler. Imaginando como é uma cama quente.

Você poderia ter nascido como uma criança pobre em uma nação não alcançada. Talvez como uma garota nascida em uma família muçulmana, onde você seria proibida de mostrar alguma coisa além do que é visto pela abertura de sua burca e poderia apanhar se desobedecesse a mais simples ordem de seu pai. Talvez você nascesse em uma vila remota no Vietnã, com pouca comida ou educação e sem oportunidade de ouvir o Evangelho de Jesus Cristo. Você poderia ter nascido como uma garota na África que eventualmente seria vendida por seus pais para a escravidão sexual. Poderia ter sido você.

Mas não foi. Ao invés disso, você nasceu em circunstâncias privilegiadas. Abençoado física, educacional, financeira e espiritualmente. Por quê? Somente pela graça de Deus. Qual é, então, nossa resposta a essa bênção e graça?

Certamente Deus nos chama para sermos gratos. Porém, poucos de nós são. Nos acostumamos com as bênçãos que temos recebidos de Deus. Ao invés de dar graças pelo que temos recebidos, reclamamos sobre isso e desejamos coisas que não temos. Invejamos o que nossos vizinhos têm. Idolatramos coisas materiais. Estamos rodeados de bênçãos claras, tangíveis e práticas de Deus que deveriam ser facilmente reconhecidas e desfrutadas. Mas nossos olhos e corações são muito frequente e facilmente direcionados pelo poder da propaganda e da pressão social àquilo que não temos. Deus, perdoe-nos por nossa falta de gratidão!

E outra resposta crucial às bênçãos de Deus e à sua graça em nossas vidas deveria ser compartilhar com os necessitados. Ao invés de olhar para nossas próprias circunstâncias e então para as circunstâncias desafortunadas dos outros, dizendo “Graças a Deus não sou eles”, precisamos reconhecer que nossas circunstâncias existem pela graça de Deus somente para que a graça de Deus se espalhe de nós para os outros. Isso certamente é verdade para a pobreza global. Se os cristãos simplesmente dizimassem, a igreja global teria fundos suficientes para resolver a pobreza mundial. Muitos cristãos em nações desenvolvidas estão se tornando mais e mais próspero. Mas, ao mesmo tempo em que a prosperidade cresce, a porcentagem de ofertas têm diminuído. O hábito de dar entre os cristãos era mais alto durante a Grande Depressão que é hoje. Isso mostra que muitos cristãos veem a oferta mais como uma taxa que como um ato de adoração e uma resposta da gratidão.

Porém, mais importante ainda é compartilhar as benções espirituais com os povos não alcançados do mundo. Se VOCÊ tivesse nascido em uma família islâmica fundamentalista, o que VOCÊ gostaria que os cristãos fizessem? Se VOCÊ tivesse nascido na família de um sacerdote xintoísta, como VOCÊ gostaria que os cristãos respondessem? Sabendo o que você sabe hoje, certamente você gostaria que eles compartilhassem com você sobre a vida eterna por meio do Salvador do mundo, Jesus Cristo. Certamente você gostaria que eles levassem o Evangelho a sua nação e os ensinassem sobre a salvação de suas almas e sobre a vida eterna. Certamente gostaria que igrejas e cristãos em outras nações sacrificassem-se financeiramente para enviar missionários para te ensinar a Bíblia, a palavra de Deus a esse mundo.

Mas, novamente, pela graça de Deus, você NÃO nasceu nessas circunstâncias. Você nasceu nas suas. Portanto, você pode ignorar O QUE PODERIA TER SIDO e apenas continuar nas circunstâncias que te foram dadas pela graça de Deus. Ou você pode escolher reconhecer que você é quem é, que você é salvo, que você é abençoado, que você é imerecidamente amado – somente pela graça de Deus – e decidir fazer tudo que está em seu poder para ajudar os necessitados. Investir a bênção de sua educação naqueles que não têm nenhuma. Investir a bênção de suas finanças para ajudar aqueles que têm pouca ou nenhuma. Investir sua vida espiritualmente abençoada para ajudar aqueles ao redor do mundo perdidos sem Cristo a ouvir as boas novas de Jesus Cristo.

Takanori Oba é um jovem nascido no Japão, a maior nação não alcançada do mundo. Ele nasceu de um pai que, quando ficava bêbado, descontava sua raiva batendo em seu filho e atirando bolas de golfe em sua cabeça. À noite, quando seu pai voltava para seu apartamento, Takanori rapidamente desligava as luzes e fingia dormir, esperando escapar das chicotadas do cinto do pai. Talvez você esteja pensando: “Graças a Deus não nasci em uma vida como essa”. Eventualmente, Takanori e sua mãe fugiram para começar uma nova vida. Anos depois, a graça de Deus alcançou Takanori Oba e salvou sua alma. Mais tarde, ele se tornou o primeiro formando do Christ Bible Seminary em Nagoya (Japão), onde sirvo como presidente. Durante o segundo ano dos seus estudos, ele pôde visitar seu pai abusivo, o encontrando pela primeira vez em 15 anos. Quando ele viu o pai, Deus deu a Taka uma compaixão ilógica pelo homem que lhe causou tanta dor.

Por que Takanori nasceu nessas circunstâncias? Foi uma maldição? Não, foi a graça de Deus. E hoje Takanori está procurando compartilhar essa mesma graça com o pai que abusou dele. Isso é o que Takanori gostaria se tivesse nascido nas circunstâncias de seu pai. Essa é a Regra de Ouro.

via iPródigo

0 Responses to “A graça de Deus em nossas circunstâncias”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Folow us!

Arquivos de posts

Calendário

Page do SPH


%d blogueiros gostam disto: